31 de outubro de 2008

Escola Milton Santos forma técnicos em agroecologia

Várias autoridades compareceram na solenidade de formatura dos técnicos em agropecuária com ênfase em Agroecologia da Escola Milton Santos, ao lado da Penitenciária Estadual de Maringá (PEM). A solenidade foi realizada pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) que certificou cada formando.
Além dos representantes da UFPR, estiveram presentes no evento o vice-reitor da Universidade Estadual de Maringá (UEM), Mário Luiz Neves de Azevedo, a superintendente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária, no Paraná (INCRA), o vereador Humberto Henrique (PT), padre João Caruana, professores que contribuíram com a formação dos técnicos (entre eles este blogueiro), momento em que fomos homenageados e tantos outras pessoas da comunidade maringaense e região, além de familiares dos formandos, assentados de várias regiões do Paraná, representantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Via Campesina e Unidad Campesina da Guatemala. Foi uma festa.
Valeu a pena a participação e a contribuição na formação técnica e humana dos filhos e filhas dos trabalhadores rurais. É interessante ver trabalhadores rurais transformando prédios abandonados em patrimônio público de Maringá.

Formatura

O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), juntamente com o Instituto Técnico de Pesquisa na Reforma Agrária (ITEPA), a Escola Milton Santos (ao lado da PEM), a Escola Técnica da UFPR (Universidade Federal do Paraná) e os educandos (turma Vladimir Lênin, do Curso Técnico em Agropecuária com ênfase em Agroecologia) estão em festa nesta manhã de sexta-feira. A turma Vladimir Lênin comemoram o encerramento do curso com mística, entrega de certificados e um almoço. Espera-se a presença de várias autoridades, entre elas a da reitoria da UFPR. Depois conto como foi. Fui.

30 de outubro de 2008

Atrasado

Percebi que as postagens do blog saem com uma hora de atraso. Não obedecem o horário de verão.

Temporais

Enquanto ainda estamos sobre os resquícios da ventania das eleições municipais e dos processos em andamento contra candidatos que podem ter registros de candidaturas cassadas, temos também que nos esconder dos furiosos temporais espaciais que levantam poeiras na terra, jorram granizos, derrubam árvores, arrastam coberturas e ceifam vidas.
“São Pedro” não deve está nada contente com o que presencia na terra. Será aviso aos gestores públicos devido a seus comportamentos sociais e políticos ou será aviso aos eleitores que votam de qualquer jeito e em qualquer candidato?

29 de outubro de 2008

Cassação de Belinati

A cassação do registro de Antonio Belinati a prefeito de Londrina ontem - mesmo com o direito de recursos - deve ter deixado muitos candidatos com processos em análise com a pulga atrás da orelha. Tomara que o resultado do julgamento seja o início de nossa credibilidade no Poder Judiciário. Por outro lado, ainda é cedo para acreditar que existe “Justiça”.

27 de outubro de 2008

O Lar Escola e a Semana de Artes

Deixando as coisas ruins de lado (tiroteio e morte no Parque de exposições, desabamento de 15 sacadas de um prédio residencial, assalto ao Banco Unibanco com mortes e prisões de assaltantes e mortes no trânsito de Maringá), falemos de coisas boas como a "Semana de Artes de 2008" no Lar Escola da Criança de Maringá, com o tema "A maravilhosa obra de Monteiro Lobato". As atividades estão programadas para serem realizadas de hoje (dia 27) até quarta-feira (dia 29), das 9 às 11horas e das 13h30 às 15h30.
Hoje, segunda-feira (27/10), serão desenvolvidas oficinas de teatro, leitura, pintura, música, hora do conto e dança. Amanhã, terça-feira (28/10), ocorrerá as apresentações das oficinas. Quarta-feira (29/10), haverá concurso de poesia. A indicação é que será tudo muito bonito, valendo a pena conferir de perto.

25 de outubro de 2008

Música é cultura

Educandos da Escola de Agroecologia Milton Santos, ao lado da PEM, realizam oficina de música com trabalhadores assentados desde quarta-feira (dia 22). A oficina terminará amanhã (domingo, dia 26) com apresentação musical. Entre os vários temas está o como se apropriar da música como parte da cultura popular não como mercadoria ou como ferramenta que desmoraliza as pessoas, sobretudo as mulheres. A intenção é compor e gravar uma música que traga presente o tema agroecologia, contrapondo-se aos agrotóxicos, os transgênicos e várias outras questões que rodeiam esse tema. Parabéns aos organizadores e aos violeiros.

23 de outubro de 2008

Desenvolvimento do conhecimento humano

EIS COMO SE DÁ O DESENVOLVIMENTO DO CONHECIMENTO:
  1. NO INÍCIO, QUANDO NÃO SE TEM ESTUDO: Rapadura é doce, mas não é mole, não!
  2. QUANDO SE TEM ENSINO FUNDAMENTAL: Açúcar mascavo em tijolinhos tem o sabor adocicado, mas não é macio ou flexível.
  3. QUANDO SE TEM ENSINO MÉDIO: Açúcar não refinado, sob a forma de pequenos blocos, tem o sabor agradável do mel, porém não muda de forma quando pressionado.
  4. QUANDO SE TEM GRADUAÇÃO: O açúcar, quando ainda não submetido à refinação e, apresentando-se em blocos sólidos de pequenas dimensões e forma tronco-piramidal, temsabor deleitável da secreção alimentar das abelhas; todavia não muda suas proporções quando sujeito à compressão.
  5. QUANDO SE TEM MESTRADO: A sacarose extraída da cana de açúcar, que ainda não tenha passado pelo processo de purificação e refino, apresentando-se sob a forma de pequenos sólidos tronco-piramidais de base retangular, impressiona agradavelmente o paladar, lembrando a sensação provocada pela mesma sacarose produzida pelas abelhas em um peculiar líquido espesso e nutritivo. Entretanto, não altera suas dimensões lineares ou suas proporções quando submetida a uma tensão axial em conseqüência da aplicação de compressões equivalentes e opostas.
  6. QUANDO SE TEM DOUTORADO: O dissacarídeo de fórmula C12H22O11, obtido através da fervura e da evaporação de H2O do líquido resultante da prensagem do caule da gramínea Saccharus officinarum, (Linneu, 1758) isento de qualquer outro tipo de processamento suplementar que elimine suas impurezas, quando apresentado sob a forma geométrica de sólidos de reduzidas dimensões e restasretilíneas, configurando pirâmides truncadas de base oblonga e pequena altura, uma vez submetido a um toque no órgão do paladar de quem se disponha a um teste organoléptico, impressiona favoravelmente as papilas gustativas, sugerindo impressão sensorial equivalente provocada pelo mesmo dissacarídeo em estado bruto, que ocorre no líquido nutritivo da alta viscosidade, produzindo nos órgãos especiais existentes na Apis mellifera (Linneu, 1758). No entanto, é possível comprovar experimentalmente que esse dissacarídeo, no estado físico-químico descrito e apresentado sob aquela forma geométrica, apresenta considerável resistência a modificar apreciavelmente suas dimensões quando submetido a tensões mecânicas de compressão ao longo do seu eixo em conseqüência da pequena capacidade de deformação que lhe é peculiar.

Eleições no SISMMAR

Em artigo, o advogado Avanilson Araujo, caracteriza as três chapas que disputam a eleição do Sindicato dos Servidores Públicos de Maringá (SISMMAR), nesta quinta e sexta-feira. De acordo com o advogado, cada chapa representa um setor ou grupo social ou político. AQUI.

Linchamentos

Em Londrina, algumas pessoas da população tentam fazer justiça com as próprias mãos sobre quem assalta, o que não se deve. Segure a chame a polícia. Após o cidadão ser detido, responderá pelo crime. Veja vídeo com cenas de violência (sensação de justiça com as próprias mãos) não recomendáveis.

Reintegração / despejo

Além do que antecipei abaixo, lembrei-me que estava pendente na Justiça Federal que o prefeito (diga-se, a "prefeitura") tinha que se pronunciar sobre o pedido de reintegração que ele(a) fez judicialmente sobre a área em que se encontram os estudantes de agroecologia da Escola Milton Santos (MST) e Escola Técnica da Universidade Federal do Paraná (UFPR), área ao lado da Penitenciária Estadual do Paraná (PEM). Corre-se que após vencer as eleições em 05 de outubro, houve o pronunciamento pela reintegração de posse, ou seja, pela saída dos estudantes. Podemos ter surpresas desagradáveis até o final do ano. Está nas mãos da Justiça Federal.
Sobre a finalidade da escola, desde sua criação, leia no Messias.

22 de outubro de 2008

O futuro da antiga rodoviária e do Parque do Ingá

Sempre que transito pelas proximidades da antiga rodoviária e do Parque do Ingá, lembro-me das eleições municipais e dos 57% dos votos que o prefeito de Maringá, Sílvio Barros recebeu, sinalizando-o carta branca para demolir a rodoviária e lotear/privatizar o Parque. Por enquanto nada se ouve, mas não significa que pelos bastidores o assunto não seja parte do cardápio. Será triste, mas cedo ou tarde, ouviremos e veremos o maior bafafá sobre os pontos turísticos.

19 de outubro de 2008

Celular no trânsito

Tem sido comum ver pessoas dirigindo e utilizando celular em Maringá. Francamente, não tenho dó de quem leva multa por uso abusivo de celular em trânsito. O motorista abusado coloca em risco a vida dele e de quem trafega ou caminha pelas ruas, calçadas ou canteiros. É pura falta de educação.

Gírias atualizadas

Atualizei hoje meu dicionário popular. Além das 2275 gírias publicadas, algumas centenas de palavras aguardam na fila para conferência e publicação.

18 de outubro de 2008

Seqüestro desastroso

O fim do seqüestro das garotas Naiara e Eloá, em Santo André/SP, demonstrou uma incompetência e despreparo da polícia militar de São Paulo. A ação parece ter sido inepta e irresponsável. O mais comum dos cidadãos de qualquer parte do país antecipava que uma eventual ação precipitada da polícia poderia resultar em um trágico acidente. Tornava-se evidente à sociedade desde o momento em que a polícia entregou a adolescente libertada ao seqüestrador, mas o governo e policiais de São Paulo pareciam não ver e ler as conseqüências à vista.
Há de se questionar a cobertura da mídia em criar sobre o fato dramático e finalmente drástico, um fato político, transmitindo matérias ao vivo e sensacionalistas. Ao mesmo tempo em que transmitiam as informações ao vivo, indiretamente pareciam torcer que o final fosse como uma novela, com finais diferentes: por um lado feliz e, por outro, trágico, envolvendo vários protagonistas: famílias, policiais, espectadores e os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, além de entidades sociais e conselhos, a exemplo do Tutelar e da Criança e Adolescente.
A forma como a mídia transmita, lia-se a sensação de que não se importavam com o que se passava naquela residência, pouco valor se dava às vidas e sim ao fato em si, que era matéria ao vivo e gratuita transmitida ao mundo e, para o feito, os diferentes canais de televisão, rádio, jornais e blogs, procuravam os melhores espaços e ângulos.

Precariedade e precarização do trabalho

Na noite de ontem assisti a palestra do prof. Giovanni Alves, da UNESP-Marília/SP, na UEM e fiquei impressionado com a quantidade de terminologias acadêmicas utilizadas para explicar a pesquisa que desenvolve sobre a precariedade e precarização do trabalho junto a trabalhadores, a exemplo dos bancários, metalúrgicos e setor da saúde.
Penso que os trabalhadores dificilmente abstrairão os resultados da pesquisa devido as terminologias nada acessíveis, devido o nível teórico e acadêmico-científico concretizado na produção escrita (livros) e falada (palestras, conferências...).
Enquanto ouvia a exposição, lembrava-me das reclamações que os trabalhadores assentados me confiavam quando de minha pesquisa de mestrado: “nossa maior decepção em relação às pessoas das universidades (referiam-se a professores e alunos) é que vem aqui, nos entrevistam, falam que vão escrever a respeito só que agente não fica sabendo o resultado do que escreveram. Somente nos exploram e nada nos devolvem”.
Quando os trabalhadores falam em “ter de volta”, significa “ter” em linguajar acessível ao conhecimento deles, o que, na maioria das vezes, não acontece com os pesquisadores que se apropriam do conhecimento social, transformam-no em conhecimento científico de acesso acadêmico e os verdadeiros produtores de conhecimento – os trabalhadores – ficam à margem do conhecimento deles sistematizado academicamente.
A academia precisa repensar sua forma de comportamento quando de pesquisa de campo. Nesse sentido, sou admirador de Thompson. O cara escreveu de forma simples, clara e objetiva. Resultado: acadêmicos e não-acadêmicos o entendem com relativa facilidade, diferente de infinitos pensadores, sociológocos, historiadores, filósofos ou pedagogos contemporâneos que se acham no mundo das idéias (Platão), falando e escrevendo difícil.

15 de outubro de 2008

Urgentíssimo - VIRUS

Fiquem atentos(as)!
Está circulando na internet uma nova fraude. Roubam seu endereço Hotmail, mudam a senha e, através do messenger e e-mail entram em contato com todos os seus amigos, obviamente fazendo-se passar por você, dizendo que você está com grandes problemas econômicos e que você precisa urgentede um empréstimo, pedindo que depositem o dinheiro em uma determinada conta corrente, ou então pedem um nº de cartão de crédito ou documento similar (REPITO, sempre no SEU nome, como se fosse você). Alterando, a senha você não terá como entrar nas suas mensagens para alertar os seus contatos. Fale com todos os seus amigos que NÃO ACEITEM o contato sonia_cabrilis de Hotmail, porque é um virus que formata seu computador, e, se for aceito, por algum contato seu, automaticamente você estará infectado!PRESTE MUITA ATENÇÃO!!!
Como se não bastasse, você pode receber um e-mail Power Point chamado 'la vida es bella' ('la vita è bella') que aparentemente é inofensivo, mas, NÃO ABRA DE MANEIRA NENHUMA E CANCELE-O IMEDIATAMENTE!!!!
Se esse arquivo for aberto, seu monitor lhe mostrará uma mensagem que diz :'já é tarde demais, a vida não é mais bela!'. Em seguida você perderá tudo o que tiver no computador e o remetente da mensagem terá acesso ao seu computador em seu lugar; acessará seu e-mail e tudo o mais! Esse é um novo vírus que começou a circular na rede. Temos de fazer DE TUDO para bloquear este novo vírus!
O vírus foi criado por um hacker que se auto-define o 'dono da vida', e o seu objetivo é o de destruir os computadores domésticos para lutar contra a Microsoft; por isso usa a extensão: .pps.
O alerta pode ser falso, mas é melhor os leitores se precaverem.

Correria

Os leitores já observaram que as postagens neste blog não têm sido diárias. Até dezembro não serei fiel ao nome do blog: “Di@rio”. A correria tem tomado meu tempo e assim continuará por um período ainda imprevisível. Conto com a compreensão, mas sempre que eu tiver informações, disponibilizarei neste espaço.

13 de outubro de 2008

Trato é trato 2

Para sacanear com a primeira brincadeira "trato é trato", que a entenderam "machista", inverto-a:
Mais de trinta anos de harmonia conjugal de dar inveja. Poucas discussões, vários filhos e alguns netos e netas. Como a vida não dura para sempre, a mlher morre e deixa o marido cabisbaixo e triste. Desconsolado, definha e em poucos meses também vai para o céu. Lá ele encontra a mulher e corre até ela:
- Amor, minha queriiiidaaaaaa! Que bom te reencontrar! Vim atrás docê.
Ela responde rapidamente:
- Pera lá! Lá na Igreja, nosso trato foi: ATÉ QUE A MORTE NOS SEPARE!... Agora estamos em outra. Aqui tudo é diferente. Sai prá lá!!!!!!

Câmara de Cambé terá três portadores de deficiência

Aminadabe Martins, presidente da União dos Deficientes Físicos de Cambé/PR (UNIDEFI), informa que três pessoas com deficiencia conseguiram se eleger para o cargo de vereador, em Cambé/PR: Ivani de Souza, ex-presidente da Unidefi; Paulo Tardiole, associado da Unidefi e presidente de Associação de moradores e; Mario Som na mesma linha do anterior, associado e presidente de associação de moradores.

Afirma Martins que em Cambé a renovação nos poderes foi quase que geral. Mudou o prefeito e dos 10 vereadores, somente 01 foi reeleito. Segundo o presidente da Unidefi, a maioria dos 09 vereadores eleitos são oriundos dos movimentos populares e serão muito cobrados para que possam ser reeleitos em 2012.

11 de outubro de 2008

A crise e a riqueza

A crise mundial que assola o mundo em 2008, servirá por um curto período de tempo ao menos para deixar os ricos menos ricos. Os pobres não ficarão em melhores situações, haja vista que há possibilidade de aumento do desemprego, mas os ricos perderão dinheiro e por um período de tempo as diferenças financeiras entre ricos e pobres diminuirá.

10 de outubro de 2008

Função do apóstrofo

A professora solicitou que os alunos respondessem:
- Qual a função do apóstrofo?
Um deles escreveu:
- apóstrofos são os amigos de Jesus, que se juntaram naquela jantinha que Michelângelo fotografou.
Precisa mais?

9 de outubro de 2008

Fumando escondido

video

Aplicações financeiras

* * Se você tivesse comprado, em janeiro/2005, R$ 1000,00 em ações da Nortel Networks, um dos gigantes da área de telecomunicações, hoje Teria R$ 59,00!

* * Se você tivesse comprado, em janeiro/2005, R$ 1000,00 em ações da Lucent Technologys, outro gigante da área de telecomunicações, hoje teria R$ 79,00!

* *Agora, se você tivesse, em janeiro/2006, gasto R$ 1.000 ,00 em Skol (entenda em Cerveja, não em ações), tivesse bebido tudo e vendido

* * somente as latinhas vazias, hoje teria R$ 80,00!!!

Conclusão: No cenário econômico atual, você perde menos dinheiro ficando Sentado e bebendo cerveja o dia inteiro...

MAS É IMPORTANTE LEMBRAR, QUEM BEBE VIVE MENOS:

a) Menos triste;

b) Menos deprimido;

c) Menos tenso;

d) Menos p... da vida!

* * Pensem nisso... e... Se for dirigir, não beba. Se for beber, me chama! Se não me chamar, pelo menos me manda as latinhas!

* * QUE EU VENDO TUDO!!!

Parabéns FAFIPA

Soube que a FAFIPA (Faculdade Estadual de Educação, Ciências e Letras de Paranavaí) ficou em 3º lugar na classificação das Faculdades Estaduais e no 19º Lugar no ranking geral do MEC. Parabéns aos professores e alunos da instituição. A Faculdade deixará muitos acadêmicos e educadores de universidades do Paraná com inveja.

Vereador pede Câmara menos inchada

O vereador maringaense Humberto Henrique (PT) protocolou novamente um requerimento propondo a realização de um estudo para determinar a reorganização da estrutura administrativa da Câmara Municipal de Maringá. Ele quer uma Câmara menos inchada, economizando recursos públicos e com total transparência. Oficializa uma adequação dos cargos e salários, de acordo com a real necessidade de cada setor. Muito bem Humberto. Leia AQUI.

8 de outubro de 2008

Trato é trato

Mais de meio século de harmonia total naquele casamento. Dai ele morre e, não demora muito, ela também vai para o céu. Ela encontra o marido e corre até ele:
- Queriiiidooooo! Que bom te reencontrar!
E ele responde:
- Não vem não! O trato foi: ATÉ QUE A MORTE NOS SEPARE!... VAZA!... Sai fora!!!

7 de outubro de 2008

O sobe e desce de alguns partidos

Fernando Rodrigues, em 07/10, faz um comparativo interessante das eleições em nível nacional nos anos de 2000, 2004 e 2008 entre PT, PMDB, PSDB e DEM, quanto aos votos conquistados ou perdidos, apontando um sobe e desce na matéria "PMDB desbanca PT e PSDB no número de votos para prefeitos em todo o país". Tomei a liberdade para inverter a seqüência apresentada por ele:
  • Em 2000, o PSDB havia sido o campeão (13.518.346 votos ou 16% do total). Era seguido pelo PMDB (13.257.650 votos ou 15,7%), DEM (12.973.544 ou 15,4%) e PT (11.938.734 ou 14,1%).
  • Em 2004, o campeão de votos para prefeito havia sido o PT, com 16.326.047 votos, o equivalente a 17,2% do país. O segundo colocado há quatro anos foi o PSDB (15.747.592 ou 16,5%). O PMDB era apenas o terceiro colocado (14.249.339 ou 15%).
  • Já em 2008, os candidatos a prefeito pelo PMDB receberam um total de 18.422.732 votos. Essa montanha de sufrágios equivale a 18,6% dos votos válidos de todo o país dados a candidatos a prefeito nas votações de primeiro turno, segundo trabalho estatístico do jornalista Piero Locatelli.

Rodrigues parece que se esqueceu que o pleito encerrado foi apenas do primeiro turno. Em algumas cidades do interior do país e em várias capitais as eleições continuam (segundo turno), o que alterará significativamente o quadro final de votos para os partidos políticos.

Reapareceu

Depois de um mês se recuperando do acidente, Paulo Vidigal reapareceu postando no blog e assustado com o resultado das eleições em Maringá. Calmo Paulo. Vocês terão mais quatro anos para "trabalhar" com o Sílvio.

Lula ironiza FMI

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva não perdeu tempo e ironizou o FMI (Fundo Monetário Internacional) devido a crise norte-americana. Disse Lula: ''Quando era o Brasil ou a Argentina que apresentava uma crise, o FMI sempre dava palpite e ditava o que fazer ou não fazer. Agora, cadê o FMI?''. Também já mudou os discursos e admite que a crise chegará ao Brasil, mesmo que de forma leve. Mas o que é leve? Mais sobre o que disse, no Vermelho.

6 de outubro de 2008

Novas gírias no dicionário

Mais algumas dezenas de gírias foram incorporadas por mim no Dicionário Popular online. Visite-o e deixe sua participação. Seja um colaborador, enviando novas gírias. Eis um aperitivo:
  1. AGASALHANDO O CROQUETE = cobrindo o cabelo, guardando o pênis...
  2. BATENDO AS BOTAS = morrendo, partindo para o outro “mundo”.
  3. BOTAR A BARATINHA NO ESPETO = fazer relação sexual, penetrar o pênis na vagina.
  4. BOTAR A PERERECA PRÁ TOMAR LEITE DE CANUDINHO = relação sexual.
  5. CHORANDO O LEITE DERRAMADO = chorando a derrota, triste.
  6. CHUTANDO O BALDE = mandando embora, dispensando, reagindo.
  7. COM A CORDA NO PESCOÇO = sendo pressionado, com pouco tempo.
  8. COSTA QUENTE = tem apoio, tem alguém por trás.
  9. DANDO UMA DE MANÉ = fazendo-se de bobo, esperto.
  10. DESCABELAR O PALHAÇO = masturbar-se.
  11. DESCASCANDO ABACAXI = resolvendo problemas.
  12. ENCHENDO LINGÜIÇA = enrolando, passando o tempo, passando o outro para trás.
  13. ENTROU PELO CANO = se ferrou, saiu-se mal, deu-se mal em alguma coisa.
  14. JOÃO SEM BRAÇO = fazendo-se de bobo, esperto.
  15. LAVANDO AS MÃOS = saindo fora, desistindo de alguma coisa.
  16. MALA SEM ALÇA = folgado, que se encosta, que se aproveita de situações e de amizades, exibido, metido, chato, insuportável.
  17. MINHOCA NA CABEÇA = pensando bobagem ou besteira, pensativo.
  18. PENDUROU A CHUTEIRA = parou, desistiu, não querer mais.
  19. QUEIMANDO A ROSCA = fazendo sexo anal.
  20. SOLTANDO A FRANGA = abrindo-se, oferecendo-se sexualmente.
  21. TESTA DE FERRO = tem costa quente, tem apoio de alguém, forte.
  22. TIRANDO ÁGUA DO JOELHO = urinando, mijando.
  23. TROCANDO OS PÉS PELAS MÃOS = fazendo o que não deve, se arriscando, querendo ser adiantado, cometendo erros.
  24. TROCAR O ÓLEO = masturbar-se.
  25. UMA MÃO LAVA A OUTRA = pessoas que se ajudam.

As eleições em Maringá

Estou analisando as eleições municipais realizada domingo (dia 05) e em breve disponibilizarei aos leitores. Antecipadamente observo que o resultado em Maringá não está isolado do contexto político regional, estadual e nacional. Um conjunto de fatores políticos contribuiu com a decisão das eleições em primeiro turno e estava visível aos olhos e ouvidos de quem não estava diretamente envolvido nas campanhas. Mas, adianto apenas que a ansiedade política cega e ensurdece as pessoas, prevalecendo a emoção no lugar da razão. Disto falo depois. Me cobrem...

Luizinho Gari

Outro que merece parabéns e reconhecimento é o Luizinho Gari e todos seus colegas garis que se envolveram de corpo e dedicação na campanha. Não tinham dinheiro mas tiveram disposição. Quando não estavam trabalhando na limpeza da cidade, estavam pedindo votos e distribuindo os poucos panfletos que conseguiram. Os 1932 votos recebidos por Luizinho, pelo que observei, foram votos resultado do esforço coletivo dos garis para elegerem um representante da categoria no Legislativo e, por pouco, consegueriam. Nossa família desta vez ficou dividida para vereador: alguns para Humberto Henrique e outros para Luizinho que, indiretamente faz parte da família. Parabéns ao Luizinho e garis.

Parabéns Humberto Henrique

A reeleição do Humberto Henrique foi o voto de confiança e credibilidade de todos nós pelo que fez na Câmara entre 2004 e 2008. Merece nossos parabéns pelo trabalho que realizou e que deve continuar para adquirir mais confiança dos eleitores que nele votaram e dos que ainda não o conhece. A postura na Câmara, as cobranças realizadas sobre o Poder Executivo e sobre seus pares na Câmara e o comportamento social e político (a exemplo da prestação periódica de contas) garantiu nossos votos e conquistou centenas de outros.
Apesar das tantas frustrações dos últimos anos, defender seu nome, seu trabalho na Câmara e suas atitudes ajudaram-nos a conquistar vários outros votos para sua reeleição. Agora, mais experiente que antes, que o Humberto seja um legislador mais atuante para continuar com nosso apoio e confiança. Humberto, jamais se esqueça que ser vereador não é profissão e sim serviço à comunidade. PARABÉNS.

3 de outubro de 2008

Professor fala como escolher o candidato

O professor de ética e filosofia política da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) Roberto Romano, fala à UOL notícias de São Paulo em como escolher o candidato a vereador e a prefeito neste domingo. O professor ainda estava indeciso sobre em quem votar para vereador, mas apresenta interessantes dicas e fez-me lembrar de mais de dez colegas professores aqui de Maringá que hoje de manhã (dois dias das eleições) ainda estavam indecisos em quem votar, sobretudo para vereadores. Se os teóricamente cultos ainda continuam em dúvidas há menos 48 horas das eleições, imaginemos o povão. Ouça a entrevista.

Eleição do tapetão

Atualizado às 16h40min.: A maioria da população é desinformada sobre a função do vereador e do prefeito e o resultado prático - lamentável - é o de votar em qualquer um e de qualquer jeito. A maioria dos candidatos se aproveita da situação dos eleitores desinformados para ganhar o voto do eleitor no tapetão, enganando o eleitor com promessas populistas e assistencialistas, falcatruas e pesquisas duvidosas.
Pensando alto: muitos dos candidatos não sabem o que farão caso sejam eleitos e a maioria são candidatos laranja, lançados para puxar votos para candidatos de interesse do partido ou coligação. Que podemos esperar do resultado das eleições em Maringá no domingo diante de eleitores que não se preocupam com o tipo de pessoa que elegerá e diante de candidatos laranja?
Quem quer que vá dos candidatos a prefeito para o segundo turno ou venha a ser eleito no primeiro, não representará o resultado das urnas, pois o processo eleitoral antidemocrático (cancelamento de debates pelos canais de televisão, promessas questionáveis e muito dinheiro jogado na campanha) faz do resultado uma eleição de tapetão.
Avalio que a mídia, sobretudo a televisiva, terá enorme responsabilidade social, política e cultural com o resultado final (independente dele) que não representará a realidade concreta em um processo que poderia ter sido democrático e em termos de pesquisa eleitoral poderia ser diferente e próximo da realidade política. Será a eleição da rasteira política, semelhante às eleições “do voto de cabresto” do passado remoto, onde o “coronel” decidia o resultado final. A diferença é que em Maringá a mídia será a responsabilizada, tendo por trás a influência direta das forças e grupos políticos. Para Maringá está sofrendo um retrocesso irreparável. Que não sirva de lição e parâmetro às futuras eleições.

2 de outubro de 2008

Temporal X campanha eleitoral

O temporal que caiu sobre Maringá na tarde de ontem favoreceu os candidatos a prefeito que fazem campanha sem dinheiro, visto que ninguém pode fazer bandeiraço ou carreata e todos - ao menos ontem - ficaram em pé de igualdade. Por outro lado, é bom que não chova no domingo para que todos os eleitores possam votar. A chuva no dia da eleição prejudica as candidaturas pobres e dificulta sobretudo aos idosos se deslocarem até os locais de votação.

Retirando o carro

Neste momento os bombeiros estão retirando o gol do Bariani de debaixo da árvore.

Resquícios do temporal em Maringá

Várias regiões de Maringá sofreram com o temporal que desabou no final da tarde de quarta-feira (01). Uma árvore da Rua Rio Ligeiro, esquina com Avenida Tuiuti - no Parque Residencial Tuiuti, que por sinal continua sobre o veículo - na frente de minha residência, também não resistiu aos ventos e foi ao chão caindo sobre o Gol do Wilson Bariani. O veículo havia sido arrumado de um acidente automobilístico há poucos dias e agora foi alvo do temporal. Eis algumas fotos e um vídeo:

Vídeo do carro:
video

1 de outubro de 2008

Mais uma carreata

Comentei nesta matéria que apenas havia visto carreatas de três (Ênio, Wilson e Sílvio) dos oito candidatos. Agora vejo e-mail informando que João Ivo também fará carreata no sábado, dia 04, véspera da eleição, com concentração às 14h00, na Avenida Gastão Vidigal, em frente ao Antigo Aeroporto. Pode ser que um ou outro candidato tenha realizado carreata e eu não tomei conhecimento.