24 de dezembro de 2009

Este DI@RIO deseja aos visitantes um
FELIZ NATAL
cheio de alegria, harmonia e PAZ.
NÃO BEBA EXAGERADAMENTE, NÃO FAÇA DE SEU VEÍCULO UMA ARMA, NÃO CORRA, NÃO MATA, NÃO MORRA.

23 de dezembro de 2009

3.150 gírias

Aproveito parte destes dias para colocar os blogs em dia. Ontem foi a vez da Biblioteca virtual sobre "Educação do Campo" e hoje atualizei o Dicionário Popular, atingindo 3.150 palavras. Um pequeno aperitivo:
BIRIMBAL = periquito, pênis, pinto, pau quando ereto.
PINTO = periquito, pênis, depois de ereto torna-se pau, birimbal.
COLOCAR A BARBA DE MOLHO = ficar atento, tomar cuidado, ficar preocupado, se preparar para situações adversas, reais e preocupantes.
SACO DE PANCADA = alvo de gozação, bode expiatório, que apanha.
MUQUIFO = lugar sujo, de mau cheiro, horrível, lugar sem condições de morar ou freqüentar.
RODINHA = grupo de pessoas conversando.
CRÁPULA = cara-de-pau, que não presta, não segue regras, vagabundo, extravagante da vida, sem escrúpulo.
MAURICINHO = que se acha, play boy, filho de papai, vida boa.
CABEÇÃO = que tem dificuldade para entender, difícil de entendimento.

22 de dezembro de 2009

Polícia municipal de Maringá

Foto do blog de Lauro Barbosa
  1. Enquanto aguardava o início da Conferência (Audiência) Pública do Plano Diretor de Maringá, observava o comportamento dos servidores municipais concursados, conhecidos como guarda municipal de Maringá e percebi que se comportavam como policiais. Deveriam receber o título de "polícia municipal de Maringá". Olhavam a população presente no Hélio Moreira com ar de repulsa, raiva, deboche e desdém. Nas gravações que correm o youtube durante a Conferência, na Câmara de Vereadores, fica claro que agiam como se fossem policiais.
  2. Algumas interrogações precisam ser provocadas: são guardas patrimoniais ou policiais? O que prescreve a Lei Municipal? Que segurança prestava quando empurravam as pessoas? Que bens públicos defendiam? A quem protegiam? Um dos guardas – ainda jovem – usava óculos pretos o tempo todo como forma de intimidação.
  3. Sabemos perfeitamente que nem todos os guardas agem agressivamente ou pensam-se policiais, mas alguns deles se acham por debaixo do uniforme, parecem incorporarem-se em policiais com as fardas da guarda.
  4. Uma coisa é certa. As pessoas intimidadas ou que sofram agressão física, moral ou psicológica de guardas prepotentes devem denunciá-los individualmente, registrando queixa na Delegacia ou denunciando-os junto ao Ministério Público. À medida que servidores da guarda que se metem a policiais forem processados individualmente e sentirem no bolso que o desgaste psicológico e salarial pode ser maior que a prepotência profissional, podem se comportar de forma diferente junto à sociedade. Devem cumprir suas funções na hora e lugar certo. Guarda patrimonial é guarda patrimonial e não “polícia”. Naquela situação os guardas parecem ter obedecido a ordens de seu superior Paulo Mantovani. Que seja processado o superior e o guarda e não a instituição prefeitura. Caso a ordem tenha partido do prefeito Sílvio Barros, que seja processado o prefeito, o chefe da guarda e os guardas que agiram como policiais.
  5. Que não se confunda os papéis, funções e responsabilidades. Guardas patrimoniais são guardas patrimoniais e policiais são policiais.
    As imagens da guarda realizando papel de polícia parecem oferecer munições para o Ministério Público investigar o uso e abuso da guarda fora do zelo e cuidado do patrimônio público. Prefeito, secretários municipais e vereadores em conferência municipal não são patrimônios públicos. São agentes públicos.
  6. Na prática, nem deveria ter a presença de guardas ou policiais e a Conferência poderia ter sido democrática e transparente, com ampla divulgação. Mas começou errada antes mesmo da abertura.
  7. Resultado: Boletim de ocorrência na Delegacia e Ação Pública. Ainda bem que o povo não dorme com os olhos dos "inimigos" da cidade. Muitos nem da cidade são ou pertencem, fazendo-me lembrar a história do chapeuzinho vermelho.

John aplica golpe antidemocrático

No blog do Carlos Mariucci encontram-se informações gerais do que se passou na continuidade da Audiência Pública (Conferência) na Câmara de Vereadores. Lá prevaleceu a ditadura local, as ameaças, a prepotência da guarda municipal observada pelo chefe Paulo Mantovani e o rolo compressor passando sobre todos. Foi a lei do grito controlado por quem detinha o poder sobre o microfone. Além do vídeo documentário de Carlos Mariucci, veja também o Boletim de Ocorrência contra as ameaças e a carta da sociedade civil.
O governo atual de Maringá não esconde os interesses obscuros de grupos políticos e econômicos e não se intimida nem diante da imprensa. Enfrenta o povo, vereadores contrários, poder judiciário, Ministério Público, ações e denúncias, cientes que empurrarão tudo e todos com a oratória e advogados.

O tempo no dia 25

O Natal em Maringá/PR (existem mais duas cidades com o mesmo nome: Maringá/MG e Nova Maringá/MT) será de sol com muitas nuvens durante o dia. O dia estará casando períodos de nublado, com chuva a qualquer hora. Não mais será um Natal só de chuvas, pelos menos aqui. Mas se preparem, pois teremos um dia bastante quente. Começaremos com aproximadamente 19ºC e poderemos chegar a 31ºC. O que não seria diferente em Nova Maringá, no Mato Grosso. Caso fosse a Maringá, de Minas Gerais, a temperatura não passaria dos 23ºC.

21 de dezembro de 2009

Descontentamento no além

Os ex-prefeitos de Maringá que já partiram para o além devem estar profundamente descontentes com a administração pública dos Barros, entre eles o pai maior. A cada ato que prejudica o povo e a cidade, a cada servidor forçado a votar contra a própria consciência, a cada desobediência judicial e tantos outros atos administrativos, eles acompanham, reúnem-se e choram por não poderem fazer nada.

Arcebispo deseja Feliz Natal pelo youtube

O arcebispo da Arquidiocese de Maringá utiliza youtube para desejar Feliz Natal aos fieis da Arquidiocese. Isto é saber utilizar da influência da internet.

Mais da Conferência: Macieira de olho nos participantes

A conduta do vereador Heine Macieira (PP) no Hélio Moreira parecia de olheiro. Quando alguém estava concedendo entrevista à imprensa, ele se aproximava e a uns 30 centímetros do entrevistado tentava disfarçar olhando de lado. Dava na cara que estava tentando ouvir o que o entrevistado falava. Era simplesmente ridículo.
Era por volta das 10 horas quando o secretário Jurandir Guatassara Boeira pega o microfone para encaminhar a “Audiência pública” e Macieira cochicha em sua orelha e, Guatassara altera a condução do evento (foto ao lado emprestada do Angelo Rigon). Próximo passo de Guatassara foi impedir uma questão de ordem de Sérgio Ignácio do Sindicato dos Engenheiros (Senge).
Eita administração cidadã. A Audiência, chamada também de Conferência, serviu para que todos constatassem mais uma vez que a participação do governo atual de Maringá é 10, ou seja, 100% em benefício de interesses particulares.

Audiência pública: a falta de respeito tratora o povo

Quando coordenei o Orçamento Participativo (2001-2003) no município de Maringá, realizamos várias assembléias gerais com até mil pessoas e não ocorreu tumulto a exemplo do que observei hoje no Auditório Hélio Moreira.
A Audiência estava marcada para começar às 08h30min. Cheguei um pouco antes e as pessoas da fila diziam que os crachás azuis com direito a voz e voto não tinham mais. Várias pessoas solicitaram interferência dos vereadores Humberto Henrique e Mário Verri.
Enquanto eu aguardava inscrição na fila, percebi haver crachás que dava direito a voto escondidos na gaveta e que rapidamente foram retirados pelas pessoas que faziam as inscrições (mulher da prefeitura carrega as fichas de inscrições enquanto aguardávamos na fila), deixando-nos a ver navios. Percebemos que algumas irregularidades pode ter sido cometidas e que devem ser investigadas pelo Ministério Público – já que a depender da Câmara não será. A Audiência parece não ter cumprido o prazo determinado; sem que a audiência tenha sido instalada, houve mudanças do número de inscritos, local e horário da audiência; inscreveram mais agentes públicos do que a porcentagem descrita na Lei e Regimento da Audiência, inscrições que começaram a fazer ainda por volta das 07h30min da manhã junto às pessoas que nos deu a entender de interesse da administração (secretários, cargos de confiança, representantes de bairros manipuláveis). Quando a sociedade civil (movimentos sociais, engenheiros, OAB, direitos humanos, igreja, entre outros), chegou ao local, disseram não mais haver inscrições. Tumulto instalado.
Os organizadores foram pressionados e as inscrições retornaram sem os crachás. Mais tumultos. Pois sem os crachás não tinha como os inscritos se expressarem e votar.
Segurança foi chamado. Chegam guardas municipais e policiais. Chega também uma ambulância do corpo de bombeiros. Parecia se prepararem para uma guerra com os maringaenses.
O prefeito Sílvio Barros que por volta das 08h30 min., passava por entre as pessoas, ao perceber que o caldo iria ferver, vazou para seu gabinete e não mais retornou.
Dentro ou fora do Auditório Hélio Moreira o povo não sabia direito o fim daquela irresponsabilidade. Nos estacionamentos ao entorno da prefeitura, frente do Correio e biblioteca municipal os agentes da Secretaria de Trânsito multava os veículos de quem estava na Audiência que, além de raiva, ainda receberão em casa um belo presente (multa) de Natal e Ano Novo. Audiência vergonhosa.

Audiência Pública sobre o Plano Diretor está tumultuada

Tumulto instalado pela administração pública: mais 100 pessoas exigiam credenciamento
Acabo de chegar do Auditório Hélio Moreira onde era para acontecer a Audiência Pública que alteraria o Plano Diretor de Maringá. A revolta da maioria da população que queria participar e não tiveram suas inscrições homologadas está impedindo da Audiência começar. São tantas as pessoas que neste momento o povo está se deslocando para a Câmara de Vereadores. Se tudo correr bem, a Audiência realizar-se-á lá.
Devido a outro compromisso, neste final de manhã, tive que deixar o Hélio Moreira e nem fui à Câmara. Mais tarde escreverei sobre o que presenciei, inclusive com fotos. Adianto a presença de vários guardas municipais, ambulância do corpo de bombeiros, servidores municipais e cargos de confiança da administração deslocados para a Audiência, manipulação, esconde-esconde de crachás com direito a voz e voto, veículos de participantes sendo multados no entorno da prefeitura enquanto a população estava no Auditório...

19 de dezembro de 2009

Dezenove novos técnicos em agroecologia

Dezenove filhos de assentados da turma Haydée Santamaría (2009) foram graduados técnicos em agroecologia no final da manhã de hoje pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). A cerimônia ocorreu no auditório da Escola Milton Santos, coordenada por uma equipe pedagógica em parceria com o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) na presença de pais e dezenas de assentados de várias partes do Paraná. Vários educadores que participaram da formação dos novos técnicos estiveram presentes e foram homenageados. O evento encerrou-se com o almoço e bastante música.
Com a formatura de hoje, o Estado do Paraná passa a ter aproximadamente 250 técnicos que desenvolverão atividades nos assentamentos. De acordo com um dos coordenadores da Escola, a necessidade de técnicos é grande e o Estado precisa investir mais na formação dos trabalhadores. Em 2009 o MST festejou 25 anos de mobilização e com a formação de novos técnicos espera-se maior qualidade de vida, melhora no meio ambiente e produção ecológica. A formação dos assentados e acampados é uma preocupação do MST e ajudará direta e indiretamente toda a sociedade, apesar de, mesmo com toda mobilização, somente existirem aproximadamente 380 mil famílias assentadas e 100 mil acampadas aguardando desapropriações em todo Brasil.

17 de dezembro de 2009

Natal com chuva

A possibilidade de chuvas no dia de Natal (25 de dezembro) em Maringá é altíssima. Quem está se preparando para festejos ao ar livre pode pensar alternativas e providenciar cobertura. Na realidade, o tempo deve fechar a partir do dia 23.

Humberto Henrique celebra cinco anos do mandato

O Grupo de formação política GEAP organiza na noite de hoje (17/12), uma celebração eucarística em ação de graças pelos cinco anos do Mandato Participativo do vereador Humberto Henrique (PT). A celebração será às 20 horas, no Centro de Pastorais Sociais Nossa Senhora da Liberdade, no Conjunto Liberdade.

O risco de digitar uma letra errada em um e-mail

Um homem que saiu de férias na semana passada, em Maringá, foi passear pelas praias do litoral nordestino. A sua esposa estava numa viagem de negócios e planejaram se encontrar lá no dia seguinte. Quando o homem chegou ao hotel em Natal, resolveu mandar um e-mail para a sua mulher. Como não achou o papel em que tinha anotado o endereço do e-mail dela, tirou da memória o que se lembrava e torceu para que estivesse certo.
Infelizmente ele errou numa letra e a mensagem foi para a mulher de um pastor de uma cidade da região. Este pastor tinha morrido no dia anterior. Quando ela foi ver os seus e-mails, deu uma olhada no monitor, deu um grito de profundo horror e caiu dura e morta no chão. Ao ouvir o grito, os seus familiares correram para o quarto e leram o seguinte na tela do monitor:
"Querida esposa, Acabei de chegar. Foi uma longa viagem. Aqui é tudo muito bonito. Muitas árvores, jardins... Apesar de só estar aqui há poucas horas, já estou gostando muito. Agora vou descansar. Falei aqui com o pessoal e está tudo preparado para a tua chegada amanhã. Tenho a certeza de que também vais gostar... Beijos do teu eterno e amoroso marido. PS: Traga muitas roupas leves. Está fazendo um calor infernal aqui!!!"

16 de dezembro de 2009

Bom motorista ou bom carro?

Motorista arriscou tudo para não ter o carro tomado pela água das chuvas da semana passada, em São Paulo. Foi ousado e se deu bem... Assista.

Mamãe, o que significa virgem?

video

Vítimas de trânsito

É hoje no final da tarde a Missa pelas vítimas do trânsito de Maringá. Será celebrada às 18h30min., na Catedral de Maringá. A celebração e a diminuição de mortes no trânsito apontadas pelo Angelo Rigon acabaram me provocando, pois ao ver quebra-molas ou lombadas ou popularmente conhecido como "guarda deitado" serem retirados fiquei preocupado com possíveis acidentes. O interessante é que nenhum acidente ocorreu nas proximidades dos locais das antigas lombadas. Do contrário. Aumentou o número de automóveis e diminuiu o número de acidentes, pelo menos aqui nas proximidades de onde resido. Tomara que diminua mais e que os motoristas se atentem a cada quadra e faixa de pedestre.

Felicitações

Final de ano é um momento propício para constatarmos parte de nosso dinheiro dos impostos serem jogado no lixo com as fotos dos políticos que se profissionalizam na política. Além do telefonema gravado de Beto Richa, já retirei de nossa caixa de correio materiais de vários políticos, alguns vereadores e outros pré-candidatos a deputados. O desagradável é saber que, tratando-se dos vereadores e deputados, a conJustificarfecção dos materiais foi realizada com o dinheiro dos impostos. Vou tentar levantar o nome de todas as pessoas que eu receber materiais e publicar no início de 2010.

14 de dezembro de 2009

Sobre a Educação do e no Campo

Publiquei no Porta-da-cidadania, um artigo meu que foi publicado em 1998, na Revista COMUNICAÇÕES, da Universidade Metodista de Piracicaba/SP (UNIMEP). O artigo discute a problemática da educação voltada aos que trabalham, residem e ou dependem direta ou indiretamente do trabalho no campo: bóias-frias, colonos, peões, meeiros, porcenteiros, diaristas, mensalistas, sem-terra, pequenos agricultores e moradores em vilarejos rurais.

Prefeitura de Sarandi cobra Dnit

Uma equipe da prefeitura de Sarandi identificou durante chuva que as obras do Contorne Norte aumentaram os problemas em alguns bairros, principalmente nos jardins Novo Panorama e Pq. Alvamar.
De acordo com a assessoria de comunicação da prefeitura, a equipe constatou que o problema estava sendo causado pela obra do Contorno Norte, que está sendo realizada sobre o acompanhamento do DNIT (Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes), pois a empresa construtora construiu uma espécie de canaleta para a captação de água, porém destinando a mesma para dentro da cidade de Sarandi, causando sérios transtornos. A prefeitura cobrará providências do DNIT.

Arquidiocese reza pelas vítimas do trânsito de Maringá

Na próxima quarta-feira, às 18h30min., na Catedral de Maringá ocorrerá Missa pelas vítimas do trânsito de Maringá. De acordo com assessoria de comunicação da Arquidiocese, é uma forma de pedir paz no trânsito maringaense pelo segundo ano consecutivo. Diz a nota que a cidade tem um dos trânsitos mais violentos deste país e por isso a preocupação da Igreja é grande quanto a isso. A Missa será presidida pelo arcebispo de Maringá, dom Anuar Battisti, na Catedral Basílica Menor Nossa Senhora da Glória.

Milton Santos forma mais uma turma de técnicos em agroecologia

19 estudantes filhos de agricultores assentados concluirão o Curso Técnico em Agroecologia Ensino Médio Integrado, no próximo sábado, dia 19 de dezembro. Os educandos formandos fazem parte da Turma Haydée Santamaría e os estudos foram realizados na Escola Milton Santos (EMS), ao lado da Penitenciária Estadual de Maringá (PEM) e foi uma parceria entre a Escola, o Instituto Técnico de Pesquisa na Reforma Agrária (ITEPA) e Escola Técnica da Universidade Federal do Paraná (ET-UFPR).
O evento da formatura ocorrerá nos espaços da Escola Milton Santos a partir das 09h30min., no sábado, com apresentação de mística, entrega de certificados e confraternização entre educandos, educadores e familiares. PARABÉNS aos formandos. Como um dos que contribuíram com a formação, estaremos lá.

Defesa de Mestrado sobre o Meio Ambiente

Amanhã (terça-feira, dia 15) o meio ambiente estará em discussão na Universidade Estadual de Maringá (UEM). É a defesa pública de dissertação de Mestrado da pós-graduanda Rebeca Szczawlinska Mucenieck, intitulada "POLÍTICAS DE MEIO AMBIENTE E EDUCAÇÃO PROPOSTAS POR AGÊNCIAS INTERNACIONAIS DE 1970 a 2005". A defesa começará às 14 horas, no bloco H 12 - Sala 15 - UEM.

13 de dezembro de 2009

Acidente na Castelo Branco com romeiros de Paranavaí

É comum o deslocamento de ônibus com romeiros para Aparecida do Norte/SP, Vale do Paraíba, com o objetivo de visitar o santuário. No final mês passado, presenciei romeiros embarcando na esquina de casa em um ônibus – não sei em que condições – em direção àquela cidade. Não foi diferente o que aconteceu com um ônibus com romeiros que saiu na sexta-feira de Paranavaí/PR com o mesmo objetivo. O diferencial foi que nenhum passageiro chegou ao destino. Um acidente na Rodovia Castelo Branco, próximo a Porangaba/SP, impediu a continuidade da viagem, tirou a vida do motorista e deixou aproximadamente 30 feridos. As informações são de que o motorista colidiu na traseira de um caminhão e devido a violência da pancada, algumas pessoas ficaram presas nas ferragens por um bom tempo.

Pulseiras coloridas


Foto emprestada da Abril.
Está em discussão o uso de pulseiras coloridas pelos adolescentes. Corre a informação de que cada cor de pulseira tem um significado e indica um desejo.
  • Amarela – abraço
  • Rosa – mostrar o peito
  • Laranja – dentadinha de amor
  • Roxa – beijo com a língua, talvez sexo
  • Vermelha – dança erótica
  • Verde – chupões no pescoço
  • Branca – a menina escolhe o que quer
  • Azul – sexo oral a ser praticado pela menina
  • Preta – fazer sexo
  • Dourado – todos os citados acima.
Já conversei com alguns adolescentes e percebi que a maioria já usava pulseiras coloridas antes de inventarem o atual significado das mesmas. No entanto, é bom que os pais e educadores acompanhem a evolução da brincadeira e orientem as crianças e adolescentes para não serem surpreendidos pela desinformação. O correto é o diálogo. A punição pura e simples não é educativa.

12 de dezembro de 2009

Visita cordial ou invasão de privacidade?

Há pouco, enquanto almoçava e assistia o Jornal Hoje o telefone toca. Atendo e digo “pronto!” e sem ter tempo de respirar escuto uma voz que não para de falar. Era uma ligação – gravação – com a voz de Beto Richa – prefeito de Curitiba – entrando em nossa casa pelo telefone. Apresentou-se e desejou tudo de bom e feliz natal, ou seja, fazendo campanha. Por educação assisti até o final, com uma diferença consubstancial, não houve reciprocidade. Fiquei a pensar: foi uma visita cordial ou invasão de privacidade?

Berço do surgimento da moeda – nos templos religiosos

Na Idade Média, parte considerável dos templos foram o berço da civilização monetária. As moedas, por exemplo, tinham gravadas o emblema sagrado. Muitos templos acumulavam riquezas e emprestavam a particulares e ao Estado, dominando a economia, a cultura, a política e a educação.
Para se ter uma idéia, quem emprestava tinha que assinar hipotecas e apresentar fiador e isto já depois dos anos 600. Em poucos séculos a Igreja Católica já controlava quase toda a economia feudal e era a toda poderosa e respeitada. Os mosteiros e conventos por volta de 800 já eram postos avançados do comércio e indústria com milhares de homens trabalhando sob as ordens dos religiosos. Havia sempre aqueles religiosos contrários à prática da Igreja, um deles foi o monge Bernardo, que depois foi tornado santo. Após sua morte, a ordem que fazia parte voltou-se ao comércio e se tornou poderosa frota mercantil dos rios e mares.

A Igreja no passado e no presente

Repassando a história nesta manhã chuvosa, deparo-me com o que foi a Igreja Católica no passado e não sei por que carga d’águas pensei nas práticas das demais igrejas atuais. Por volta dos anos 400 d.C., registra Aníbal Ponce, "uma igreja podia ser propriedade particular de um ou de vários leigos, que mantinham nela um clérigo para os serviços religiosos, e que cobravam os dízimos ou direitos que cabiam à igreja. Quando o negócio não prosperava ou deixava de interessá-los, eles vendiam o seu domínio sobre a igreja, ou sobre uma parte dela, exatamente como se se tratasse de um moinho ou de uma herdade". Venda semelhante li dias destes no jornal. Vende-se uma igreja. Interessados ligar para....... Seria mera semelhança? E tem horas que nos prestamos a pensar que a Igreja Católica jamais se assemelhou com outras igrejas contemporâneas. No passado e no presente não foram tão diferentes e muitas vezes funcionaram como negócios, barganha, comércio, banco, serviço público...

Arruda e sua possível expulsão da maçonaria

Folha online divulgou matéria onde o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (sem partido), que participa da maçonaria em Brasília/DF, além de um possível impeachment como governador, pode também ser expulso da maçonaria que, segundo seus participantes, não admite deslizes éticos.Justificar

11 de dezembro de 2009

Educação do Campo

De posse de aproximadamente 150 links de trabalhos e artigos sobre Educação do Campo encontrados nos mais diferentes locais e que deu um trabalho danado para levantar, decidi disponibilizar a todos que estudam e pesquisam o assunto, criando uma biblioteca virtual sobre Educação do Campo. Espero que até o final do mês ultrapasse os cem links e até o carnaval de 2010 eu tenha concluído o levantamento. Ficou curioso? Vá lá e visite.

Biz 2006

Pretende fazer bastante economia? Adquira uma biz 2006, prata e em ótimas condições. Fale com Paschoal, nesta sexta-feira, domingo, terça ou quinta-feira: (44) 3025-2529.

10 de dezembro de 2009

Hospital Metropolitano cercado pelos buracos nas ruas

Os buracos nas ruas que dão acesso e fazem o entorno do Hospital Metropolitano em Sarandi envergonha a cidade, torna-se motivo de chacota das pessoas e complicam a vida dos condutores que transportam doentes ou acidentados àquele hospital.
Ao passar pelo local no início desta tarde observei que o Hospital está cercado por dezenas de buracos de todos os tamanhos. Fiquei imaginando o quanto as pessoas devem sofrer quando os veículos passam pela buraqueira que aumenta a cada chuva.
Se um dia o prefeito ou o secretário de saúde ou mesmo o secretário de obras daquele município precisasse chegar com urgência àquele hospital sentiriam na pele o problema. Deveriam agir com urgência e realizar uma operação tapa-buraco, pois está vergonhoso.

61 anos da DUDH

A Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH) está completando hoje 61 anos de vigência. Na prática não temos muito a comemorar. Milhões continuam margeados de todos os direitos prescritos na Declaração, a exemplo do direito de propriedade (moradia, terra, indústria, comércio, bancos...) que continua concentrada em poucas mãos. Os políticos pioraram. As pessoas – com raras exceções – ficam apáticas ou estarrecidas diante das corrupções, guerras, conflitos regionais e locais e, tantas outras desgraças que recai sobre todos, transmitidas quase que simultaneamente pela mídia.

8 de dezembro de 2009

Rede Tv entrevista Stédile

O programa "É notícia", da Rede TV, entrevistou no domingo João Pedro Stédile, do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). A conversa foi longa e Stédile falou dele, de seu trabalho antes de adentrar o MST e de seu engajamento atual. Falou da Reforma Agrária, da relação com o governo Lula e muito mais. São três blocos intercalando assuntos variados em torno da questão agrária.

7 de dezembro de 2009

Marialva – Feira da uva fina

1. Campanha
A feira da uva em Marialva na noite de domingo estava animadíssima. Além do povão, vários políticos de olho na campanha para deputado em 2010, não perderam tempo. Um distribuía panfletos de uma rádio FM de Maringá e outros conversavam com eleitores.
.
2. Barracas
As barracas estavam convidativas e em muitas delas não havia mais mesas e quem se arriscava a um pedido tinha que ter paciência de leão, pois o prato solicitado demorava a chegar.
.
3. Salão de amostras das uvas
O salão de amostras das uvas dos produtores estava muito bonito, porém, parecia uma sala de velório. Um cordão separava as uvas dos visitantes que em fila passava em silêncio na frente das caixas de diversas qualidades, admirando-as. Sobre o alto de cada caixa havia um boque de flores dando a impressão de um mini-caixão de defunto em velório.
.
4. O entorno
As ruas no entorno da festa da uva em Marialva estavam concorridas nas vagas para estacionarem os veículos. Dificilmente se encontrava vagas. Os condutores precisavam percorrer várias ruas até encontrar um local ou pagavam vagas em terrenos vazios ou residências com espaços transformados em estacionamentos. Preços: entre cinco e dez reais por veículo. Alguns salões também foram transformados em estacionamentos de motos.
.
5. Parque e animação
Um parque de animação deixava crianças e seus pais transtornados. Cantores davam show e, no final, a queima de fogos praticamente encerrou a semana da uva fina.

Futebol e violência não combinam

Futebol em si é bonito. Jogadas de craques, gols, comemorações e festas fazem parte do cardápio. Final de campeonato é bom de ser visto. O duro foi ver torcedores estragarem festas como ocorreu no início da noite de ontem em Curitiba com torcedores do Coritiba e outras cidades Brasil adentro. Os torcedores causadores de violência nos campos e fora deles deveriam ser identificados por imagens e punidos severamente pela justiça. Os times possivelmente sofrerão as punições com perdas de mando de campo em 2010. Mas isto será pouco e atingirá um clube, muitas vezes impotente diante da conjuntura do esporte. É diante do que vi ontem e situações anteriores que não tenho sentido vontade de torcer por nenhum time. Gosto de assistir os jogos pela TV. Gosto mais ainda de ver sair gols, independentes dos times e, mais ainda quando saem gols para times considerados inferiores.

6 de dezembro de 2009

Moradores de rua criam Associação

Moradores de rua de Curitiba estão se organizando e criarão no próximo dia 08, às 14 horas, em Curitiba/PR, uma Associação dos Moradores Organizados de Rua (AMOR). Não demorará e moradores de rua de outras cidades se encontrarão para dar continuidade à organização. O passo seguinte poderá ser a organização em rede. Estão certíssimos. Após as perseguições sofridas em Paranaguá e Apucarana, tem mesmo que se organizarem.

Raimundo preside entidade em Curitiba

O maringaense Valdeci Raimundo, ex-funcionário público da Prefeitura de Maringá, que fez parte da diretoria do Sismmar, é atualmente professor da rede estadual de ensino e, nas horas de folga, preside o Centro Social CASDM, entidade que atende crianças e adolescentes e no dia 07 de novembro inauguraram a ampliação da Associação, a CISDIMI, em Curitiba. Meses atrás, Raimundo esteve aqui em Maringá e ao passar em casa disse que não via a hora da conclusão da obra que passaria a atender mais de duas mil crianças e adolescentes. Parabéns Valdeci e todos os envolvidos.

Cinco aninhos

O dia de ontem foi para o sobrinho Pedro que festejou cinco aninhos. Parecia gente grande pela forma como se comportou. Perdeu a pose somente quando algumas crianças tentaram estourar as bexigas. Ele impediu. Quis todas para ele. Estourá-las significava acabar com a festa. Não deixou mesmo.

4 de dezembro de 2009

Mulher morre em acidente envolvendo Setran

Um acidente na tarde de ontem envolvendo uma Parati da Setran e uma moto, resultou na morte de uma mulher e feriu outras duas pessoas, uma criança e o condutor da moto. O acidente deve deixar a Setran de molho em relação aos agentes novos no trânsito. Vários deles foram nomeados em concurso há poucos meses, realizaram um teste de rua relativamente curto e dirigem atualmente pelas ruas – no ditado popular – numa boa, como se fossem os donos das ruas da cidade. Será que estão preparados em experiência e profissionalmente? Há quanto tempo tiraram a carteira e de fato praticam direção? Penso que terão que aprender muito com os agentes mais antigos da Setran e que ainda não se envolveram em acidentes de trânsito.

Drogas: uso e comércio

Muito se comenta sobre drogas e seu uso. As mesmas estão a público, em ruas e avenidas, juntos a adolescentes, jovens e adultos. Alguns idosos – aparentemente fora de qualquer suspeitas – acabam transando as mesmas com facilidade nas periferias e centros das cidades. Começa a ficar tão escancarado que nalguns momentos não sabemos o que as pessoas carregam se cigarros de fumo ou cigarros (papelotes) contendo drogas diversas. O uso e comércio de drogas parecem fora de controle social e político, alimentando uma corrente econômica sem precedente.
Caso o leitor queira flagrar o comércio e uso é só esperar o anoitecer e ficar atento nas proximidades de sua residência, no carrinho de cachorrão, nos bares e restaurantes, nas praças do centros das cidades pequenas, médias e grandes... O que fazer? Liberar? Não sei. Só sei que ver adolescentes e jovens envolvidos causa-me preocupação.

3 de dezembro de 2009

O 1º dia na faculdade de medicina

Numa faculdade de medicina o professor diz:
- Os médicos têm que aprender duas coisas importantes:
1º - Ter muita atenção.
2º - Nem um pouco de nojo. Por isso, vamos fazer um teste.
Trouxeram um cadáver e o professor enfiou o dedo no cú do morto; lambeu e mandou todos fazerem o mesmo.
Todos se entreolharam, com cara de nojo, mas fizeram o mesmo. Depois que todos lamberam o dedo, o professor disse:
- Ótimo! Nojo vocês não têm.
Agora só falta a atenção, pois eu enfiei um dedo e lambi outro.

2 de dezembro de 2009

Um amigo

Simples amigo, AMIGO de verdade e amigo pá-caralho.

1 de dezembro de 2009

Assalto

Fui ao supermercado Pague Pouco aqui no Tuiuti – próximo de casa – e ao chegar lá fiquei sabendo pelo proprietário de um assalto no estabelecimento há uma hora atrás. O proprietário ainda estava inconformado com o ocorrido. Disse: “chegaram com um berro e limparam tudo. Tudo foi muito rápido” e repetia a mesma frase para várias pessoas.